Follow Us

O golpista do Tinder

O golpista do Tinder

Quem foi que disse que o Brasil é o país da impunidade? Parece que isso não é exclusividade nossa não!!!

Que o digam as mulheres que forma vítimas do golpista do Tinder, um israelense profissa em viver no bem bom com a grana de moças apaixonadas que o conheciam pelo app e acreditavam na sólida história que ele criou sobre ser um milionário do mercado de diamantes….

Aí você vai dizer… “Noooosssa, mas como que uma mulher cai num golpe desse? Nem um a pesquisa no Google fez antes de sair com o cara… Instagram e tal?… “Aí que tá…. Fez! Mas o cara preparou o terreno completinho pra não deixar deslize…

E o novo documentário da Netflix mostra em detalhes toda essa história.

Simon Leviev (um de seus nomes) criava o verdadeiro cenário de conto de fadas… Rico, primeiro encontro em um hotel cinco estrelas, viagens de jatinho… Pacote completo…

Na minha humilde opinião (que é também a de amigas de uma das vítimas depoentes) o erro das bonitas (ou, pelo menos, o dela) foi aceitar viajar para outro país só para conhecer um estranho… Poderia ser um assassino… Mas tudo bem, era só um vigarista mesmo né…. Miga, sua louca!

Se ainda assim você acha que elas foram as bestas da coisa toda, imagine que a terceira vítima retratada numa fila sem fim de mulhers namorou o cara por 14 meses (CA-TOR-ZEEEE-!!!).

A especialidade dele eram as mulheres no Tinder, mas não se limitava a elas não… Até baba de criança ele foi (imagina descobrir que seu filho ficou com esse maluco…).

Bom, a história toda veio à tona quando Cecilie Fjellhoy, uma de suas vítimas e de quem o bonito arrancou 250 mil dólares (que ela ficou devendo pra nove instituições financeiras diferentes e tá pagando até hoje) descobriu que era vítima do golpe graças a ajuda da Amex, que já tinha identificado outros casos, cansou de ser palhaça e resolveu procurar o maior jornal da Noruega – o VG – pra botar a boca no trombone e a cara do dito cujo na mídia.

Aí foi a vez do jornal colocar em forma toda sua veia investigativa pra levantar mais documentos que comprovassem a história. Eles foram até Israel na casa em que o Liev nasceu (sendo que na verdade era Shimon Yehuda Hayut) e até a polícia israelense. Descobriram ainda outra vítima que teve suas passagens pagas pelo cartão de Cecilie…. Essa então, a sueca Pernilla Sjoholm, levantou as economias e as calças pra mandar dinheiro pro canalha (e olha que era só amiga hein, porque não deu liga como algo a mais).


A história foi parar nos jornais e em toda a web e foi assim que a holandesa Ayleen Charlotte, a namorada de 14 meses, descobriu q seu amado era um salafrário…. Mas essa resolveu se vingar antes de bloquear o safado… Pegou todas as roupas de marca dele pra vender com a desculpa de levantar grana e embolsou a bufunfa como forma de pagamento emocional pelos danos, já que isso não ia cobrir os 140 mil que ela levou de preju, né…

O resumo da opera é que ele tinha criado o golpe perfeito. Todo o cenário e vida ao redor dele eram pagos por terceiros, nenhum cartão de crédito no nome dele, nada! Ou seja, era quase uma pirâmide de mulheres financiando o maldito em um estilo de vida milionário e rodeado de festas, viagens e luxo.

Depois da união das três moças, o nego foi preso e ficou na cadeia por 15 meses. Depois disso foi solto (😱) e segue feliz com sua vida de luxo em um novo ramo de consultoria de negócios, com uma modelo israelense como namorada.

As vítimas? Seguem pagando as dívidas que fizeram até hoje e a perder de vista…. Como que pode um negócio desseeee????

Cuidado aí com as minas de ouro do Tinder e apps da vida, hein mulherada… Afinal, ele não é o primeiro e não será o último da história… Apenas foi denunciado.

Vale lembrar que o grande lance de qualquer golpista é que ele sempre terá em seu caminho alguém que acredita no veneno q destila… E assim seu ciclo sempre se renova… Não é dessa maneira também que a política segue em sua evolução? Lamentável….

Tem na Netflix.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.