Follow Us

Sobre Perder e Ganhar

Perder faz parte da vida. É uma realidade dura, fria e dolorosa com a qual temos de aprender a conviver e lidar. E deveria ser um alerta diário para nós mesmos sobre o quanto estamos realmente preparados para o que vamos enfrentar ao abrir os olhos a cada manhã.

Perder é uma das coisas mais difíceis da vida….

Você perde a hora.
Perde as chaves do carro dentro de casa.
Perde a sua bola favorita no lago.
Perde os brincos que ganhou de presente no ralo do chuveiro.
Perde a namoradinha do primário para o garoto novo da sala.
Perde a nota porque esqueceu de colocar o nome na prova.
Perde um novo emprego porque não mandou o currículo a tempo.
Outras vezes você perde o vôo.
Perde a ligação que queria tanto receber.
Perde o contato com pessoas de quem gostava.
Perde a chance de dizer o que sentia.
Perde o momento que não deveria.
Perde amigos, perde amores.
Perde a oportunidade de conhecer estranhos interessantes.
A gente vive dizendo que não, mas as vezes perde também a dignidade.
Perde a esperança de que as coisas vão dar certo.
Perde sonhos que deixamos pelo caminho por bobagens que não fazem sentido.
Perde a chance de viver grandes realizações por medo.
Perde pessoas ou batalhas por um orgulho bobo e sem sentido.
Perde o otimismo de que as coisas podem dar certo.
Perde o controle sobre tudo aquilo que antes parecia em seu lugar.
Há ainda os dias em que você perde a vontade de viver.
Perde todos os motivos para sair da cama de manhã.
Perde a noção de que também pode fraquejar algumas vezes.
Perde o desejo de ser forte o tempo todo.
Perde a sensibilidade acerca de tudo aquilo que o tornava tão único.
Perde a magia que a vida oferece a cada amanhecer.
Perde seu próprio eu…
E quando nos perdemos de quem somos, tudo de repente fica suspenso. Em silêncio. Vazio. Escuro.
Perder não é fácil. Não importa se você só perdeu um clips no chão, uma agulha no palheiro, o seu melhor amigo ou o amor da sua vida. Perder é sempre um jogo de altos e baixos. E dói, como dói. Afinal, “um joelho ralado dói bem menos que um coração partido”, não é mesmo? E a cada uma de nossas perdas é como se um pedaço do nosso coração se quebrasse. Uma pequena fenda abre. E algumas vezes a cicatriz não vai desaparecer depois. ela vai continuar lá para sempre te lembrando do que você perdeu para que você aprenda a lição e não perca novamente.
Mas o que nos esquecemos quase sempre é que todas as vezes que perdemos, ganhamos. E que há momentos em que é preciso se perder para se encontrar.
Enquanto a dor da perda consome, dificilmente conseguimos ver isso. Mas quando a tempestade se for – e acredite, ela vai passar, ela sempre passa – o sol volta a surgir no horizonte e você começa a enxergar o lado bom das coisas e tudo que ainda pode ganhar no passo seguinte.
Perdeu o emprego? Vai encontrar um melhor e uma nova oportunidade de fazer aquilo que gosta.
Perdeu o óculos? Você vai valorizar muito mais o próximo e ter muito mais zelo por causa disso.
Perdeu a saúde? Se você conseguiu descobrir isso talvez tenha ganhado uma segunda chance de cuidar melhor dela e valorizar sua própria existência.
Perdeu o amigo? Então talvez ele não fosse tão amigo assim.
Perdeu o amor? Talvez você ainda não tenha conhecido o amor de verdade em sua forma mais pura e honesta.
Eu poderia fazer aqui uma lista infinita de perdas e ganhos durante dias, semanas ou anos. Mas nada muda o fato de que para perda, há um ganho. E não podemos jamais fugir de perder. Perder faz parte da vida. É uma realidade dura, fria e dolorosa com a qual temos de aprender a conviver e lidar.
Aquele vídeo da Jout Jout que tá rolando por aí sobre o livro “A parte que me falta” de certo modo fala sobre isso. E deveria ser um alerta diário para nós mesmos sobre o quanto estamos realmente preparados para o que vamos enfrentar ao abrir os olhos a cada manhã.
A vida é uma caixinha de surpresas. Quando ganhamos, precisamos comemorar, sentir todas as coisas boas que cada vitória ou conquista carrega ao invés de vivermos ocupados demais pra isso. E quando perdemos precisamos ter um minuto para sentir a dor e no segundo seguinte reunir todas as forças para continuar em frente e partir em busca do próximo ganho. algumas vezes demora, mas ele virá. 
E também precisamos abrir os olhos para enxergas ganhos que estão ao nosso lado todos os dias e deixamos passar porque estamos focados demais na dor de alguma outra perde. Se não o ganho ignorado pode se tornar a sua próxima perda.
Perder e ganhar. Perder é ganhar.
O que você perdeu hoje?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.